O que significa a ascenção da geração de Millennials para os bancos da América Latina?

In The News : julho 8, 2015

Nesta segunda parte da entrevista, nosso cofundador, CMO e Diretor de Alianças, German Pugliese-Bassi, explica o impacto dos millennials no setor bancário da América Latina.

O surgimento econômico da geração de Millennials tem um impacto profundo nos modelos bancários ao redor do mundo. Só na América Latina há 160 milhões de millennials. Nos Estados Unidos, 71% dos millennials preferem ir ao dentista a ouvir o que os bancos dizem, porque estão acostumados a ir ao dentista, mas não incorporaram os bancos em suas vidas, explicou German Pugliese Bassi, cofundador, CMO e Alianças da Technisys. O desafio dos bancos é ser visível no dia a dia dos Millennials e a forma de alcançar o objetivo é pensar na experiência do cliente.

As principais barreiras são as mudanças que deve enfrentar um banco a nível organizacional para se digitalizar e adotar esse modelo. Os bancos devem modificar o que vem fazendo há anos porque os consumidores estão promovendo essa mudança. Se nossa vida é diferente, por que deveríamos ter os mesmos serviços bancários de 1950?

Leia a entrevista completa aqui (conteúdo exclusivo para assinantes)